Para os pais: dicas para ajudar os filhos na volta às aulas

Para os alunos do ensino médio, voltar às aulas é mais tranquilo. Mas, para os pequenos, é muito mais difícil e a participação dos pais é fundamental para tornar o processo mais tranquilo.

Estar presente, entretanto, está longe de significar excesso de cobrança. Pelo contrário, é preciso ajudar o filho entender que a insegurança e o medo podem ser naturais e que todos passam por isso.

Para ajudar nesta tarefa, selecionamos dicas que podem ser úteis para os pais nesta fase.

Retomar rotina aos poucos

É comum, no fim do ano, a criança relaxar e mudar sua rotina. Se ela acordava muito cedo, a tendência é que tenha se habituado a passar mais tempo na cama nas férias. Com isso, a ruptura com a folga é sempre difícil antes de voltar aos estudos. A recomendação de especialistas é que, pelo menos uma semana antes do fim das férias, as crianças comecem a retomar os hábitos do período de aulas, como acordar no horário, alimentar-se na hora certa, para reduzir o impacto da volta. Se as aulas já voltaram e o filho ainda não está com aquele ânimo, não se preocupe, é assim até retomar o pique de antes.

Sem excesso de cobranças

É comum pais projetarem seus desejos em seus filhos e exagerarem na cobrança logo no início das aulas. Se o aluno já tem medo ou insegurança, com cobrança em excesso isso pode ser potencializado. Dessa forma, a primeira dica para os pais é conter a própria ansiedade e entender que o filho precisará de tempo para se adaptar às novidades.

Estudar é bom

A escola é um momento de transformações na vida de qualquer ser humano e estudar pode ser muito prazeroso. Entretanto, alguns pais, mesmo sem querer, acabam transformando a escola em uma experiência negativa, com trocas: “Se tudo ocorrer bem na escola, te dou aquele presente no fim do ano”; ou com punição: “Se tirar notas ruins, vai ficar trancado estudando por cinco horas”. Por outro lado, se os pais mostram o sentido do aprendizado, contextualizando, associando a algum aspecto que o filho gosta, o desejo de ir às aulas e se envolver com as atividades pode fluir livremente.

Organização desde cedo

Parte do aprendizado tem a ver com o ambiente de estudo de seu filho. Se desde cedo ele se acostumar a organizar melhor sua escrivaninha, mesa, suas gavetas, melhor será durante o ano e também ao longo de sua vida estudantil. Quanto mais jovem ele aprender a se organizar, mais fácil será aprender de maneira clara e estratégica. Isso vale para a organização do tempo também.

Entender as preferências da criança

Sempre pergunte ao seu filho sobre o que ele gosta na escola e também do que ele não gosta. Procure reforçar e dar apoio ao que o motiva, como os relacionamentos com os colegas, atividades lúdicas, artísticas, entre outras. Já em relação às coisas das quais ele não gosta, tente mostrar aspectos positivos para estimulá-lo a ver a disciplina ou atividade por outro ângulo.

Dê atenção ao filho

Ao chegar em casa, depois das primeiras aulas, sempre pergunte ao filho como foi a aula, ainda que em geral as respostas sejam meio vagas. Mostre interesse por suas atividades e elogie quando algum trabalho foi feito com dedicação. Assim, ele pode ver seus pais não como o “chefe” a quem deve satisfações, mas um parceiro que sempre estará ali torcendo por ele.

Ajude-o a aprender

A participação dos pais no aprendizado dos filhos é fundamental. Se ele tiver dificuldades ou dúvidas e vier até você, tente ajudá-lo, orientá-lo. Às vezes, mostrar que, como ele, também tem dificuldades pode aproximar ainda mais seu filho de você.

 

Dê tempo ao tempo

Se o seu filho está trocando de escola nesse ano, vocês terão um importante período de adaptação. Não deixe de explicar por que a mudança aconteceu e fale sobre os aspectos bons da escola. Ele vai ficar curioso para ver todas essas novidades. Estimule-o a se enturmar, mas respeite seu ritmo.

Converse com a escola

O Colégio Dom Aguirre está sempre aberto aos pais e familiares e possui profissionais que podem auxiliá-los caso seja necessário. Se você tem alguma dúvida, sugestão ou precisa de informações, ligue para a gente ou entre em contato por meio de nossas redes sociais. Quando quiser, visite-nos! Esta interação pode ser frutífera tanto para vocês quanto pra gente.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *